RETROSPECTIVA 2017

Por 4 de janeiro de 2018 Notícia Nenhum comentário
20637822_1760939613934716_1429400186052405661_n

CONFIRA

Com um calendário marcado pela intensidade  de atividades durante todo o ano, a Orquestra Ouro Preto comemora o resultado de intenso trabalho em 2017. Foram 48 concertos para um público aproximado de 70 mil pessoas, com presença em diversas cidades do país.

Pela Turnê Nacional, lançando o DVD The Beatles, o grupo se apresentou em Recife, Rio de Janeiro, Curitiba, São Paulo, Campinas e Belo Horizonte. Já pela Turnê Estadual várias cidades do interior do estado foram contempladas com apresentações gratuitas: Ouro Preto, Mariana, Itabirito, Nova Lima, São Gonçalo do Rio Abaixo, Cocais e Itabira.

2017 também foi um ano de estreias. A Orquestra Ouro Preto lançou o espetáculo “Quem Perguntou Por Mim: Orquestra Ouro Preto e Fernando Brant”, uma homenagem a um dos grandes poetas da música popular brasileira. Depois de muitos pedidos (e um pequeno susto que envolveu roubo de equipamentos de gravação e a posterior recuperação dos mesmos), a Orquestra lançou o aclamado disco Música para Cinema, que vem encantando muita gente.

O trabalho realizado pela Orquestra, com direção do Maestro Rodrigo Toffolo, conquista espaço em âmbito nacional e internacional, haja vista o recebimento do Prêmio Profissionais da Música 2017 – categoria orquestras, além de ter se sagrado finalista no Prêmio da Música Brasileira, na categoria melhor disco erudito por Latinidade: música para as Américas, o que mostra que, cada vez mais, a Orquestra vem se estabelecendo como o mais importante grupo de câmara do país.

Presença em Ouro Preto
A cidade Patrimônio Cultural da Humanidade não ficou de fora. A Orquestra Ouro Preto realizou uma série de apresentações em Ouro Preto, com destaque para a gravação do DVD Música para Cinema, no Largo do Rosário, que movimentou milhares de pessoas na cidade.

Mas não foi só através de apresentações que a Orquestra Ouro Preto marcou presença em Ouro Preto. O grupo criou o Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras que atendeu, gratuitamente, através de oficinas com profissionais renomados, 24 corporações musicais de Ouro Preto, Mariana e região, com o objetivo de fomentar essa importante tradição musical, Patrimônio Cultural do Estado de Minas Gerais. No total, foram atendidos 150 músicos de todas as idades e gêneros.

Além disso, a Orquestra doou às bibliotecas das escolas municipais de Ouro Preto e Mariana edições do livro Amiga Música. Os volumes doados serão utilizados como material complementar nas aulas de artes para os pequenos alunos e alunas da rede municipal de ensino.

E para aquelas pessoas que se perguntam sobre os projetos Orquestra nos Distritos e Orquestra nos Bairros, a expectativa é que no ano que vem as apresentações voltem. O grupo trabalha para retomar os concertos que foram realizados, tradicionalmente, há mais de dez anos.

Para o maestro Rodrigo Toffolo, o ano de 2017 foi um ano de grande importância para a Orquestra Ouro Preto. “Estamos muito contentes com o resultado alcançando, pelo público que nos acompanhou e nos acompanha desde sempre. Nossa vontade é de agradecer a todas aquelas pessoas que nos seguem, aos parceiros, amigos, amigas e patrocinadores que auxiliam na manutenção deste projeto que completa 18 anos de atividades no ano que vem. Tenho certeza que ano que vem será um ano ainda mais especial, com muitas novidades”, promete.

A Orquestra Ouro Preto é patrocinada pela SulAmérica, Vale, Aliança, Gasmig e CBMM.

Deixe um comentário

SOLIDARIEDADE
Próxima Notícia
Share This