NÚCLEO DE APOIO A BANDAS

By 20 de junho de 2018Notícia

PRÓXIMOS MÓDULOS

A Orquestra Ouro Preto sempre teve um sonho de desenvolver projetos junto às tradicionais corporações musicais de Ouro Preto, Mariana e região. No ano passado, este sonhou se tornou realidade, com a criação do Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras, que atendeu cerca de 150 músicos e musicistas de diferentes gêneros e várias idades. A iniciativa deu tão certo que este ano, já estabelecido como referência, o Núcleo retomou atividades, com a segunda edição do Curso de Fomento a Bandas e Corporações Musicais. Com patrocínio da Vale, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura do Governo Federal, o curso foi dividido em quatro módulos, com atividades realizadas desde abril deste ano, nas cidades de Ouro Preto, Mariana e Aimorés.

O Núcleo foi criado com o objetivo de fomentar e capacitar regentes, professores e instrumentistas das tradicionais associações musicais de Minas Gerais e do Brasil. Consultorias, oficinas, palestras, atividades práticas e teóricas, tanto no que tange a prática musical, quanto a produção e capacitação para a inscrição de projetos para fomento e reestruturação das bandas estão entre as ações propostas pelo Núcleo, que visa preservar uma das tradições mais importantes do estado, tombada como Patrimônio Imaterial e Cultural de Minas Gerais. As atividades são inteiramente gratuitas, prezando pela troca de experiências e o diálogo com maestros, músicos e lideranças das associações musicais, atendendo, em 2018, 20 bandas e corporações musicais, o que representa 500 pessoas atingidas diretamente.

Ministram o curso, profissionais de renoma nacional e intarnacional como Dario Sotelo (Presidente da WASBE – Associação Mundial de Bandas, que reúne 30 países em todo o mundo e professor do Conservatório de Tatuí/SP), João Paulo Moreira (Músico da Orquestra Experimental de Repertório de São Paulo), Alexandre Takahama (Regente e Prof. Dr. da UNIPAMPA/RS) e Luís Fernando Paina (Regente da Orquestra de Sopros de Fernandópolis/SP), que trabalham práticas de ensaio, noções básicas de arranjos musicais, orientações de regência e métodos de ensaio coletivo, práticas de harmonização e sopro.  Os participantes do curso têm acesso ainda a o que há de mais original e inédito em métodos de ensino para diversos instrumentos e regência, importados diretamente dos Estados Unidos pela Orquestra Ouro Preto, através do Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras, que ao final do curso serão doados às bandas participantes.

De acordo com o maestro Rodrigo Toffolo, regente da Orquestra Ouro Preto e idealizador do Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestra, o Núcleo possui um papel de grande importância no fomento às associações musicais. “Sabemos que as corporações musicais e bandas marciais, não só da região de Ouro Preto e Mariana, bem como de Minas Gerais e de todo o Brasil, fazem parte de um dos mais importantes bens culturais e sociais do país, na formação de profissionais e de cidadãos, através da música. Sabemos também que, apesar de todo a importância dessas associações, a manutenção de suas atividades é sempre com muita dificuldade, especialmente pela falta de apoio. Através do Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras e do Curso de Fomento às Bandas e Corporações Musicais patrocinado pela Vale, queremos estabelecer diálogo com esses fazeres tradicionais, trocar experiências e sugerir caminhos para a manutenção de suas atividades”, ressalta o maestro Rodrigo Toffolo.

De acordo com Dario Sotelo, presidente da Associação Mundial de Bandas, o Núcleo destaca-se, sobretudo, por ser uma iniciativa inédita no país, que contempla pessoas carentes mas que, pela falta de oportunidades, têm seus sonhos de se transformarem em profissionais da música interrompido. “É um prazer participar de uma atividade como esta, que coloca o estado de Minas Gerais como uma das principais referências do Brasil e do Mundo no que tange a preservação de uma tradição tão importante”, analisa Sotelo.

As próximas atividades do Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras acontecem nos dias 18 e 19 de agosto, na sede da Orquestra Ouro Preto, em Ouro Preto, abordando técnicas de ensaio coletivo e regência, além do ensaio da banda laboratório. Já nos dias 01 e 02 de setembro, o Núcleo promove um grande encontro musical entre as 20 bandas participantes, com um grande concerto a céu aberto na Praça Tiradentes, em Ouro Preto, reunindo 500 músicos e musicistas.

PRÊMIO ORQUESTRA OURO PRETO

Para 2018, o Núcleo de Apoio a Bandas e Orquestras apresenta uma grande novidade aos participantes, com a criação do Prêmio Orquestra Ouro Preto. Neste ano, foi formada uma banda laboratório pelos participantes. Ao final do curso, os professores escolherão dois músicos/musicistas que se destacarem no decorrer dos módulos, para uma residência artística e musical de uma semana, com tudo pago, em uma Universidade de Música em São Paulo.

Para Rodrigo Ramos, 17 anos, saxofonista da Sociedade Musical 8 de Dezembro, de Cachoeira do Brumado, distrito de Mariana, a possibilidade de participar da residência artística será uma grande alegria. “Se eu for selecionado vou ficar muito feliz, não só por poder conhecer São Paulo, como também pela possibilidade de me qualificar, ainda mais, no instrumento que escolhi para minha vida, o saxofone tenor”, comenta.

Para entrar em contato com o Núcleo de Fomento a Bandas e Orquestras e ter acesso a informações sobre o Curso de Fomento a Bandas e Corporações Musicais 2018, basta entrar em contato pelo telefone: (31) 3551-1228 ou pelo e-mail: nucleo@orquestraouropreto.com.br

 

AGENDA

MÓDULO 01

14 e 15 de abril

Sábado: das 10h às 12h e das 13h30 às 15h30 / Domingo: das 10h às 15h30.

Local: Ouro Preto – Grêmio Literário Tristão de Ataíde | GLTA – Sede da Orquestra Ouro Preto – Rua Paraná, 136, Centro.

Professores: João Paulo Moreira (Orquestra Experimental de Repertório de São Paulo) e Fernando Paina (Orquestra de Sopros de Fernandópolis/SP).

 

MÓDULO 02

23 e 24 de junho

Sábado: das 10h às 12h e das 13h30 às 15h30 / Domingo: das 10h às 15h30.

Local: Ouro Preto – Grêmio Literário Tristão de Ataíde | GLTA – Sede da Orquestra Ouro Preto – Rua Paraná, 136, Centro.

Professores: João Paulo Moreira (Orquestra Experimental de Repertório de São Paulo), Alexandre Takahama (UNIPAMPA/RS).

 

MÓDULO 03

18 e 19 de agosto

Sábado: das 10h às 12h e das 13h30 às 15h30 / Domingo: das 10h às 15h30.

Local: Ouro Preto – Grêmio Literário Tristão de Ataíde | GLTA – Sede da Orquestra Ouro Preto – Rua Paraná, 136, Centro.

Professores: João Paulo Moreira (Orquestra Experimental de Repertório de São Paulo), Dario Sotelo (Presidente da Associação Mundial de Bandas).

 

MÓDULO 04

01 e 02 de setembro

Mostra Final

Local: Ouro Preto – Grêmio Literário Tristão de Ataíde | GLTA – Sede da Orquestra Ouro Preto – Rua Paraná, 136, Centro e Praça Tiradentes.

OOP

About OOP

Leave a Reply