OITO ESTAÇÕES – VIVALDI E PIAZZOLLA

By 22 de novembro de 2016Eventos

OOP FAZ APRESENTAÇÃO ESPECIAL EM BH 

Acompanhada de três grandes instrumentistas brasileiros, vindos do Rio de Janeiro e de Porto Alegre, a Orquestra Ouro Preto, sob regência do maestro Rodrigo Toffolo, faz apresentação no dia 3 de dezembro, às 16h30, na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte. Junto a Ricardo Amado, um dos maiores violinistas do país, Hugo Pilger (violoncelo) e Fernando Cordella (cravo), dois destaques da música erudita, a orquestra apresentará o concerto “Oito Estações – Vivaldi & Piazzolla”.

A apresentação integra o projeto Circuito Musical das Gerais, que tem como proponente a maestrina Myrna Valéria Campos de Oliveira. O projeto é realizado pela Associação de Amigos do Colégio Logosófico “González Pecotche” (AACL). A renda obtida com a venda dos ingressos será revertida para a construção de nova unidade do Colégio Logosófico, no bairro Vila da Serra. Os ingressos custam R$ 20, R$ 50 e R$ 80 (inteira) e R$ 10, R$ 25 e R$ 40, para quem tem direito à meia entrada.

O concerto propõe o diálogo entre dois dos mais importantes compositores da história da música, evidenciando diferentes formas pelas quais o homem vive a experiência com a natureza. No passado barroco de Antonio Vivaldi (1678 – 1741), as estações do compositor italiano remetem a uma postura contemplativa do homem diante das transformações ocorridas na natureza. Em Astor Piazzolla (1921 – 1992), a passagem dos quatro ciclos temporais condicionam mudanças na própria experiência humana, interferindo no temperamento, nos modos de agir e pensar do homem contemporâneo e de seu cotidiano marcado, cada vez mais, pela compressão do espaço-tempo.

Oito Estações – Vivaldi e Piazzolla ganhou registro inédito no país, em CD e DVD. A concepção e direção musical do concerto são do maestro Rodrigo Toffolo (Ouro Preto/MG 1977 -), violinista, músico fundador, coordenador artístico e regente titular da Orquestra Ouro Preto.

Ingressos: ingressorapido.com.br ou bilheteria da Sala Minas Gerais, localizada à Rua Tenente Brito Melo, 1090, Barro Preto, Belo Horizonte.

Ricardo Amado
Considerado um dos maiores violinistas do País, Ricardo Amado é spalla da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e da Orquestra Petrobras Sinfônica. Apesar da formação erudita, tem participação em diversos discos, shows e DVDs de renomados músicos da MPB, como Chico Buarque, Rita Lee, Ney Matogrosso e Moraes Moreira.

Hugo Pilger
Nascido em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, onde iniciou os estudos musicais, Pilger é o primeiro violoncelo da Orquestra Petrobras Sinfônica, membro do Quarteto Radamés Gnattali e professor da classe de violoncelo da UniRio. É autor do livro Heitor Villa-Lobos, o violoncelo e seu idiomatismo. Neste ano, gravou o CD solo intitulado “Hugo Pilger interpreta Ernani Aguiar”, com obras para violoncelo do compositor.

Fernando Cordella
Diretor artístico da Confraria Música Antiga StudioClio e da Sociedade Bach Porto Alegre, Fernando Cordella é um dos músicos mais dedicados à pesquisa e interpretação da música dos séculos 17 e 18 . Atua como solista e maestro convidado de orquestras no Brasil e no exterior. Conquistou o troféu de Intérprete Erudito no Prêmio Açorianos de Música 2011 pelo disco “Cravos de Frescobaldi a Mozart” e, em 2015, recebeu o prêmio TOYP JCI Brasil, na categoria Êxito cultural.

OOP

About OOP

Leave a Reply