Sem fronteiras

Orquestra Ouro Preto e Programa Vale Música celebram 250
anos de Beethoven com programa de intercâmbios

Como transformar realidades
em meio a uma pandemia?

Para transformar, é preciso ousar, e, para isso, é necessário ir muito além da música, dos palcos, do distanciamento social e dos limites geográficos.

A Orquestra Ouro Preto desenvolveu, virtualmente, um repertório exclusivo com alunos do Programa Vale Música – Instituto Moinho Cultural (MS), Vale Música Serra (ES) e Vale Música Belém (PA). Por meio de aulas à distância, professores especialistas guiaram os alunos em gravações inéditas que tiveram como ponto de partida a comemoração dos 250 anos de Beethoven.

Metodologia

A partir do tema do “Rondo”, do célebre “Concerto para Violino”, foram criadas sete variações especiais para os projetos de formação musical do Programa Vale Música. As versões ganharam temperos brasileiros, em arranjos para percussão, cordas e sopros, tudo com muita originalidade e gravadas de dentro das casas dos alunos. Ao final, juntos, esses movimentos formam uma obra única que celebra, também, o trabalho feito ao longo de 2020 entre alunos e professores.

Para o Maestro Rodrigo Toffolo, a experiência foi um marco na carreira dos jovens artistas. “O processo de gravar representa para um músico o desafio maior. É deixar sua marca, seu som para a posteridade, é como diz aquela máxima esportiva:  jogo é jogo e treino é treino”. Ao longo deste caminho de troca e aprendizagem, que culminou com a gravação dos arranjos em vídeo, os alunos tiveram a oportunidade de se tornar músicos melhores e mais seguros de si. Os vídeos finais corroboram todo o processo através da alegria, do orgulho e da autoestima de um trabalho conjunto compartilhado.

Ewerton Guimarães
Aluno do Instituto Moinho Cultural de Corumbá/MS

Programa Vale Música

Desde o início dos anos 2000 a Vale cria oportunidades para estudantes participarem de formações musicais e desenvolverem seus talentos nos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul. Em 2019, a empresa criou o Programa Vale Música, uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem composta pelos projetos musicais dos quatro estados e as maiores orquestras do país. Ao todo, a rede envolve mais de 240 profissionais e mais de 1.000 estudantes.

Para Christiana Saldanha, Gerente do Instituto Cultural Vale, o ano em isolamento trouxe desafios, mas também superação. “Ao longo de 2020 a rede colaborativa de ensino e aprendizagem que é o Programa Vale Música estabeleceu uma conexão ainda mais próxima, apesar do distanciamento social. Virtualmente, os estudantes elevaram sua percepção musical em um processo didático de excelência conduzido pela Orquestra Ouro Preto. É com alegria que vemos o encerramento deste ciclo através dos vídeos produzidos e do crescimento de cada um dos nossos alunos”, afirma.

Variações sobre um tema de Beethoven

01. MOINHO CORPO FUNK

Lançamento: 10/11/2020

Arranjo: Leonardo Gorosito
Músicos: Percussão do Instituto Moinho Cultural – MS

O tema de Beethoven ganha a irreverência do funk e uma percussão corporal, cheia de personalidade.

02. SERRA BOSSA JAZZ

Lançamento: 17/11/2020

Arranjo: Nelson Ayres
Músicos: Vale Música Jazz Band – ES

A mistura de bossa nova, jazz e Beethoven, revela sons primorosos com arranjos do grande Nelson Ayres.

03. Desafio 2.5.0

Lançamento: 24/11/2020

Arranjo: Fred Natalino
Músicos: Cordas Vale Música Belém – PA

A sonoridade armorial ganha a companhia da composição magistral de Beethoven. Um som pulsante, arrebatador.

04. Canção para Ninar Elisa

Lançamento: 01/12/2020

Arranjo: Fred Natalino
Músicos: Orquestra Jovem Vale Música – ES

O afago sob a forma de música. As partituras de Beethoven recebem o acalanto de uma canção de ninar.

05. Toada pelo Rio Reno

Lançamento: 08/12/2020

Arranjo: Fred Natalino
Músicos: Cordas e Madeiras do Moinho Cultural – MS

A sonoridade de uma toada pantaneira ecoa em homenagem ao grande gênio da música: Beethoven.

06. Beethoven Beat

Lançamento: 15/12/2020

Arranjo: Leonardo Gorosito
Músicos: Percussão Vale Música Belém – PA

A força do maracatu atômico, típica do Mangue Beat, traduz a música para uma realidade vibrante.

Iniciativa