Tag

Alceu Valença

Valencianas – Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto

Por | Sem categoria | Sem Comentários

A Gravadora Deck Disc anunciou o lançamento do CD e DVD do espetáculo Valencianas de Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto. O lançamento acontece no dia 26 de Agosto de 2014.

Como parte da estratégia de divulgação do lançamento das Valencianas, a Deck Disc anunciou ainda a pré-venda do CD no Itunes, que será comercializado até a data de lançamento do CD e DVD. As pessoas que adquirirem o CD na pré-venda do Itunes vão receber no ato da compra as faixas Cavalo de Pau e La Belle de Jour/Girassol.

Adquira o CD na pré-venda do Itunes pelo link: https://itunes.apple.com/br/album/valencianas-ao-vivo/id899307976

Valencianas

Valencianas apresenta um recorte na biografia musical de Alceu Valença que, pela primeira vez, teve de suas canções adaptadas para a música de concerto, sem descaracterizar a essência de sua obra e seu compromisso permanente com a cultura popular nordestina.

O espetáculo começou a ser preparado em 2010, quando o Maestro Rodrigo Toffolo e o cantor e compositor pernambucano foram apresentados, em Ouro Preto, por um amigo comum: o editor Paulo Rogério Lage, que há tempos acalentava proporcionar contornos orquestrais ao cancioneiro de seu compadre Alceu.

No verão de 2012, o Maestro Rodrigo e o arranjador e violinista Mateus Freire foram novamente ao encontro do homenageado, desta vez em Olinda, e voltaram com mais de quarenta músicas sugeridas por Alceu na bagagem. Dentre estas, foram escolhidas treze para o espetáculo.

Valencianas ganhou registro ao vivo em novembro de 2012, no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

Mais Valencianas

A Gravadora DECK divulgou na internet duas peças que compõe o DVD Valencianas. “Cavalo de Pau” e o medley “La Belle du Jour/Girassol” já podem ser acessadas no youtube. Confira nos links abaixo:

Cavalo de Pau

La Belle du Jour/Girassol

 

Texto: Saulo Rios

Orquestra Ouro Preto e Alceu Valença preparam lançamento de DVD

Por | Sem categoria | 2 Comentários

Naquele concerto, em Ouro Preto, o maestro fez a “anunciação”. A praça virou coro. Tiradentes assistiu de camarote. A notícia correu as ladeiras e montanhas. A hora está chegando e na gravadora os últimos acertos são feitos. Valencianas concretiza a união da música erudita e da música popular em DVD.

Depois de se apresentar em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Ouro Preto, Alceu Valença e a Orquestra Ouro Preto dão corpo ao trabalho que teve início em 2010. Previsto para outubro, o lançamento nacional de Valencianas em DVD desperta grandes expectativas. “São as melhores possíveis. Valencianas é para todas as idades, de censura livre, para uso contínuo e sem restrições”, comenta o maestro da Orquestra Ouro Preto Rodrigo Toffolo.

O registro foi feito no Grande Teatro Palácio das Artes, em Belo Horizonte, no mês de novembro de 2012. O cenário elegido para a gravação foi pensado pela mística do teatro e pela “mineiridade” da capital. As músicas que embalaram o público dos concertos de Valencianas ganham, neste ano, planejamento gráfico e tratamento de estúdio para o material. Para refrescar a memória, alguns dos clássicos gravados são La Belle Du Jour, Coração Bobo, Tropicana, Anunciação e Porto da Saudade.

O espetáculo nasceu em 2010, quando o editor Paulo Rogério Lage apresentou o maestro Rodrigo e Alceu Valença.  A inspiração foi o universo armorial e a brasilidade inerente à obra de Alceu Valença, mescladas à música de concerto, assim como rege a proposta do projeto. O maestro Rodrigo afirma que Valencianas se difere de tudo que já foi pensado, para além de um público-alvo: “Nas Valencianas a Orquestra é o carro chefe e Alceu um solista que canta a frente da Orquestra – uma proposta que inverte as prioridades e, com isso, se torna única”. O nome do espetáculo vai de encontro com a visão de Paulo Rogério, criador do nome que descreve todo o universo artístico das composições de Alceu.

Valencianas é polifônico, criado por várias cabeças, incorporado por diferentes instrumentos, filho de culturas irmãs e apreciado nacionalmente. Novidades sobre o lançamento você encontra em breve aqui, em nosso site.

Texto: Íris Zanetti

Foto: Naty Tôrres

 

 

Orquestra Ouro Preto se apresenta no Festival Música de Outono

Por | Sem categoria | 2 Comentários

A Orquestra Ouro Preto abre no dia 18 de junho, às 20h30, na Casa da Ópera – Teatro Municipal, a primeira edição do Festival Música de Outono. Patrocinado pela Petrobras, o grupo, com regência do Maestro Rodrigo Toffolo, recebe como convidados especiais os solistas Pablo de León, Ricardo Amado (violino) e Hugo Pilger (violoncelo), na execução de As Oito Estações (Vivaldi e Piazzolla).

O repertório é uma junção das Quatro Estações de Antônio Vivaldi e das Estações Portenhas de Astor Piazzolla. Une dois períodos e universos distintos da música, o passado barroco de Vivaldi ao modernismo do novo tango de Piazzolla.

As obras evidenciam ainda, por meio da música, diferentes formas pelas quais o homem interage com a natureza. Se no barroco das “Quatro Estações” de Vivaldi, o homem assume uma postura contemplativa diante da natureza, a partir das transformações promovidas pela passagem dos quatro ciclos temporais – primavera, verão, outono e inverno-, as Estações Portenhas de Astor Piazzolla oferecem uma outra leitura, contrapondo-se a Vivaldi. Na peça de Piazzolla, a passagem das estações condicionam mudanças na própria experiência humana, interferindo no temperamento, no modo de pensar e de agir do homem contemporâneo e de seu cotidiano, marcado, cada vez mais, pela compressão do espaço-tempo.

A retirada de ingressos para o concerto da Orquestra Ouro Preto acontece no dia da apresentação, a partir das 14h, na Casa da Ópera – Teatro Municipal, até o término dos mesmos ou até uma hora antes do concerto. De acordo com norma da Casa da Ópera, os ingressos serão retirados mediante a troca de 1kg de alimento não perecível ou de produto de higiene pessoal.

Música de Outono – Entre os dias 18 e 22 de junho se realiza em Ouro Preto, a primeira edição do Música de Outono. O festival é uma realização da Prefeitura Municipal de Ouro Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio, com produção da Castro Lobo Produções Musicais e Artísticas. Todas as atrações são gratuitas, com repertório que contempla a música erudita.

As apresentações serão na Casa da Ópera e em algumas igrejas da cidade. Além da Orquestra Ouro Preto, integram a programação o Quarteto Radamés Guinattali, o Coro Madrigale, Rufo Herrera, Tabajara Belo, Flávio Augusto, Elisa Freixo e Hugo Pilger.

Por Assessoria de Comunicação – Orquestra Ouro Preto

Foto: Rafael Motta

Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto reeditam parceria

Por | Sem categoria | Sem Comentários

Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto reeditam parceria de sucesso. Nos dias 07 e 09 de julho, Vespasiano e Ouro Preto recebem o espetáculo Valencianas, em dois grandes concertos em praça pública.

Com regência do Maestro Rodrigo Toffolo e tendo Alceu Valença como solista nos vocais, Valencianas homenageia a trajetória de Alceu, revivendo o cancioneiro do cantor e compositor pernambucano que, pela primeira vez, teve parte significativa de sua extensa obra arranjada para música de concerto.

O espetáculo foi concebido tomando como referência a biografia musical de Alceu, ao explorar particularidades que tornaram a obra do cantor um marco na história da música popular brasileira. Assim, guitarra, violão, baixo elétrico, bateria e percussão dialogam com instrumentos típicos da sonoridade nordestina como sanfona, zabumba, tampa de panela, rabeca e marimbau que, por sua vez, unem-se a uma orquestra de cordas.

A partir dessa miscelânea, canções como La Belle Du Jour, Coração Bobo, Tropicana, Anunciação, Sino de Ouro e Porto da Saudade ganharam contornos orquestrais. Destaque também para a Suíte Valenciana, peça composta por referenciais sonoros que buscam revelar o imaginário poético e musical de Alceu. Os arranjos ficaram a cargo do violinista Mateus Freire.

Em novembro de 2012, o espetáculo Valencianas foi gravado ao vivo, no Grande Teatro do Palácio das Artes, Belo Horizonte. O registro será lançado em cd e dvd em setembro próximo com distribuição nacional. Alceu Valença aponta que o espetáculo representou um novo capítulo em sua carreira.  “Fiquei, realmente, muito emocionado com o resultado das Valencianas. Desde a primeira apresentação, muitas pessoas nos cobraram o registro desta boniteza de espetáculo. Por fim, se Villa-Lobos produziu uma obra prima como as Bachianas Brasileiras, me sinto honrado por receber as Valencianas como presente”, brinca o homenageado.

Histórico

O espetáculo começou a ser preparado em 2010, quando o maestro e o compositor foram apresentados, em Ouro Preto, por um amigo em comum: o editor Paulo Rogério Lage, que há tempos acalentava proporcionar contornos orquestrais ao cancioneiro de seu compadre Alceu.

No verão de 2012, o maestro Rodrigo Toffolo e o arranjador e violinista Mateus Freire foram novamente ao encontro do homenageado, desta vez em Olinda, e voltaram com mais de quarenta músicas na bagagem, sugeridas pelo próprio Alceu. Dentre estas, 13 foram escolhidas para compor o repertório de Valencianas.

Por Saulo Rios.

Foto: Rafael Motta

Instantes

Por | Sem categoria | Sem Comentários

No dia 03 de novembro, Alceu Valença e a Orquestra Ouro Preto gravaram no Grande Teatro do Palácio das Artes, o DVD, ao vivo, do espetáculo Valencianas. O Instantes traz um momento de descontração do cantor e compositor pernambucano.

 

Foto: Naty Tôrres