TURNÊ ESTADUAL

Por 6 de novembro de 2017 Notícia 2 comentários
oop_17_Cover_Face_Cocais_Beatles

BEATLES EM SÃO GONÇALO DO RIO ABAIXO

Vale e Orquestra Ouro Preto se juntam para concerto inédito em São Gonçalo do Rio Abaixo.

A Orquestra Ouro Preto, regida pelo maestro Rodrigo Toffolo, realiza apresentação do concerto The Beatles, em São Gonçalo do Rio Abaixo, no próximo dia 10 de no-vembro, sexta-feira, às 20h, no Centro Cultural de São Gonçalo do Rio Abaixo. O concerto é patrocinado pela Vale, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e conta com apoio da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do rio Abaixo. A entrada é gratuita, com senhas distribuídas uma hora antes da apresentação, no local do concer-to.

O concerto faz parte da Turnê Estadual da Orquestra Ouro Preto, em parceria com a Vale, e prevê apresentações gratuitas em várias cidades no interior de Minas Gerais.

Orquestra Ouro Preto – The Beatles

Dialogando os universos da música erudita e popular, o concerto propõe uma vibrante viagem sonora pela biografia musical do quarteto de Liverpool, a partir de uma com-binação inusitada: a união, em um mesmo palco, de uma orquestra de cordas e uma banda de rock.

A apresentação abrange todo o período de produção artística dos Beatles, de grandes sucessos que há muito fazem parte do imaginário coletivo, a canções menos conheci-das do grande público, em arranjos inéditos, assinados pelo jovem violinista Mateus Freire. Destaque para Day Tripper, In My Life, Penny Lane, Because, Something e With a Little Help From My Friends, esta última, colocando em cena a versão beatle, junto àquela do célebre arranjo de Leon Russel, eternizada por Joe Cocker, em Wo-odstock.

As músicas privilegiam a linha melódica original das canções, com os violinos, violas, violoncelos e baixo, substituindo a palavra cantada. De acordo com o maestro Rodrigo Toffolo, diretor artístico e regente titular da Orquestra Ouro Preto, o objetivo da esco-lha é manter fidelidade às peças, “desvendando a complexidade melódica das canções do grupo e, ao mesmo tempo, reafirmando o caráter atemporal da obra do quarteto de Liverpool”, explica.

Sucesso de público e crítica, o espetáculo alcança aproximadamente uma centena de apresentações por vários estados do Brasil, incluindo participação na International Be-atle Week, em Liverpool, no ano de 2012, em três elogiados concertos, tornando-sea primeira orquestra do mundo a participar do tradicional evento destinado a beatlema-níacos de todo o mundo.

Repertório – The Beatles

Day Tripper, Come Together, Here, There and Everywhere, Yesterday, Help, Black-bird, Because, Eleanor Rigby, In My Life, She Love’s You, Penny Lane, Let It Be, Don’t Let Me Down, Something, With a Little Help From My Friends, Hey Jude.

Orquestra Ouro Preto

Ao longo de dezessete anos de atividades ininterruptas, a OOP sempre se destacou pela competência e virtuosismo de seus músicos. O grupo com sede em Ouro Preto, nasceu com o objetivo de reviver a histórica vocação para música da antiga Vila Rica, quando Rufo Herrera e Ronaldo associados a um grupo de instrumentistas criaram, no ano de 2000, a Orquestra Ouro Preto. A OOP tem como proposta o desenvolvimento de repertório diversificado em gênero e épocas, fundamentando seu trabalho em linhas de atuação específicas, que a distinguem de outras orquestras, a exemplo da universa-lidade da música, tendo como base o repertório clássico; a latinidade como fonte de identidade e referência, além do ineditismo e experimental, mediante o diálogo entre os universos das músicas clássica e popular.

No campo da música experimental, lançou, ao lado do cantor e compositor pernambu-cano Alceu Valença o CD/DVD Valencianas (Deck Disc). O trabalho homenageia a trajetória de Alceu que, pela primeira vez, teve parte significativa de sua obra arranja-da para música de concerto. Pelo disco, a OOP é vencedora do Prêmio da Música Brasileira, na categoria melhor álbum de MPB. Recentemente lançou os disco Oito Estações – Vivaldi e Piazzolla, Concertos para Cordas – Antonio Vivaldi e Lati-nidade: música para as Américas.

A Orquestra Ouro Preto é patrocinada pela SulAmérica, Vale, Aliança Energia e Gasmig e CBMM

2 comentários

  • Rafaela Elisa disse:

    Olá! Estive presente na apresentação em São Gonçalo do Rio Abaixo e posso dizer: vocês conseguiram transmitir a emoção de cada acorde através dos instrumentos! Músicas maravilhosas, orquestra super harmônica. Enfim, todos vocês estão de parabéns! Abraços

Deixe um comentário

Share This