VALENCIANAS

Por 20 de novembro de 2017 Notícia, Valencianas 2 comentários
oop_17_valencianas_cover_face

VALENCIANAS EM SETE LAGOAS

Com regência do Maestro Rodrigo Toffolo e Alceu Valença como solista nos vocais, o cantor e compositor pernambucano se junta à Orquestra Ouro Preto para concerto inédito em Sete Lagoas (MG). A apresentação acontece no dia 24 de novembro, no Parque Náutico da Lagoa Boa Vista, às 21h, integrando a programação do evento que celebra 150 da cidade.

Gravado ao vivo no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, VALENCIANAS recria o cancioneiro de Alceu Valença, celebrando seus 40 anos de carreira, com arranjos inéditos de parte significativa de sua obra para música de concerto.

Fenômeno de vendas, o CD e DVD Valencianas alcançou números expressivos. Pouco depois de seu lançamento, chegou a ficar 6º lugar em download no ITunes mundial (a frente do mais recente álbum do ColdPlay) e primeiro lugar na categoria MPB, aparecendo também, entre os singles, nos 20 primeiros com La Belle de Jour/Girassol (2º lugar), Anunciação (3º), Tropicana (6º) e Coração Bobo (16º). Nas lojas brasileiras, a venda física continua, com milhares de exemplares vendidos.

Com Valencianas, Alceu Valença e Orquestra Ouro Preto sagraram-se vencedores do Prêmio da Música Brasileira 2015, na categoria melhor álbum de MPB.

Valencianas

As Valencianas foram concebidas tendo como referência a biografia musical de Alceu e explora particularidades que tornaram a obra do cantor um marco na história da música popular brasileira. Assim, guitarra, violão, baixo elétrico, bateria e percussão dialogam com instrumentos típicos da sonoridade nordestina como sanfona, zabumba, tampa de panela, rabeca e marimbau que, por sua vez, unem-se a uma orquestra de cordas.

A partir dessa miscelânea, canções como Belle Du Jour, Coração Bobo, Tropicana, Anunciação, Sino de Ouro e Porto da Saudade ganharam contornos orquestrais. Destaque também para a Suíte Valenciana, peça composta por referenciais sonoros que buscam revelar o imaginário poético e musical de Alceu.

O espetáculo começou a ser preparado em 2010, quando o maestro e o compositor foram apresentados, em Ouro Preto, por um amigo em comum: o editor Paulo Rogério Lage, que há tempos acalentava proporcionar contornos orquestrais ao cancioneiro de seu compadre Alceu.

No verão de 2012, o maestro Rodrigo Toffolo e o arranjador e violinista Mateus Freire foram novamente ao encontro do homenageado, desta vez em Olinda, e voltaram com mais de quarenta músicas na bagagem, sugeridas pelo próprio Alceu. Dentre estas, 13 foram escolhidas para compor o repertório de Valencianas.

2 comentários

  • Emília Abeche Rocha disse:

    Esta ORQUESTRA , MAESTRO e ALCEU VALENÇA são o máximo da expressão musical!
    Impossível não sonhar, se emocionar ou chorar de emoção! É bom para ALMA! É a música brasileira perfumando os corações!
    ALCEU VALENCA cantando LA BELLE DEJOUR
    arrasa. PARABÉNS

Deixe um comentário

TURNÊ NACIONAL
Próxima Notícia
Share This