OOP E ACADEMIA

By 11 de junho de 2019Notícia

CONCERTO DE GALA NA SALA MINAS GERAIS

Com regência do Maestro Rodrigo Toffolo e patrocínio da SulAmérica, a Academia Orquestra Ouro Preto se une à Orquestra Ouro Preto, para o concerto de estreia de suas atividades no dia 29 de junho, sábado, às 20h30, na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte. A apresentação será em grande estilo, em um concerto de gala, junto aos solistas Cristian Budu (piano) e Carmelo de los Santos (violino). Os ingressos serão vendidos a preços populares, ao valor de R$10,00, na bilheteria da Sala Minas Gerais e pelo eventim.com.br.

Depois de muitos ensaios, atividades práticas e teóricas que aconteceram ao longo de três meses de muito trabalho, os jovens músicos da Academia Orquestra Ouro Preto se preparam para seu debut, ao lado dos músicos da formação principal da Orquestra Ouro Preto e de dois dos maiores nomes brasileiros da música de concerto da atualidade: o pianista Cristian Budu e o violinista Carmelo de los Santos.

A apresentação promove um passeio por diferentes momentos do universo erudito mundial, com um repertório diversificado, formado por composições de Gustav Holst (1874 – 1934), Edvard Grieg (1843 – 1907), Felix Mendelssohn (1809 – 1847), Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959) e Astor Piazzolla (1921 – 1992).

Academia Orquestra Ouro Preto

Inspirada pela vocação musical do estado e ciente das dificuldades de músicos e musicistas em seguir a carreira profissional no campo da música de concerto, a Orquestra Ouro Preto inaugurou, em março, a Academia Orquestra Ouro Preto. Patrocinado pela SulAmérica, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto, que já nasceu como referência em Minas Gerais, é formado por instrumentistas entre18 e 28 anos de idade que têm em comum a paixão pela música, enxergando nela um futuro promissor e porta de entrada para a transformação de realidades sociais por meio da cultura.

A ideia da Academia é aperfeiçoar e lapidar o talento de jovens violinistas, violistas, celistas e contrabaixistas já iniciados, mas que encontram uma série de obstáculos para dar prosseguimento ao sonho de se tornarem profissionais, sobretudo, devido ao alto custo dos investimentos, o que acaba por afastar um grande número de pessoas com potencial e vivência necessária para se inserirem no mercado da música.

Com sede no Sesc Palladium, em Belo Horizonte e atividades semanais, a Academia conta, atualmente, com 22 alunos e alunas, de diferentes regiões do estado, que participaram de um processo seletivo em janeiro último, com 140 candidatos inscritos. Os aprovados vem recebendo uma bolsa no valor de R$700,00 por mês, além de material didático cedido gratuitamente, num formato inédito no que tange o incentivo para estudo e prática da música no país. As atividades são presenciais e ministradas por músicos e professores da Orquestra Ouro Preto. Vale lembrar que os instrumentistas que se destacarem durante o processo didático-pedagógico, terão a oportunidade de fazer parte do grupo de músicos da Orquestra Ouro Preto.

OOP

About OOP

Leave a Reply